A Estória do VCC
Como identificar uma seita
Predestinação/Livre Arbitrio
Budismo
Catolicismo Romano
Confucionismo
Hinduísmo
Islamismo
Judaísmo
Taoísmo
Xintoísmo
A Família/Meninos de Deus
Adventismo
Candomblé
Católicos Carismáticos
Ciência Cristã
Congregação Cristã no Brasil
Cultura Racional
Espiritismo Geral
Espiritismo Kardecista
Feitiçaria
Hare Krishna
Igreja Messiânica
Igreja da Unificação - Reverendo Moon
LBV
Mormonismo
Nova Era
Racionalismo Cristão
Reencarnação
Satanismo
Seicho-No-Iê
Tabernáculo da Fé
Testemunhas de Jeová
Umbanda
Unicismo
Willian Soto Santiago
Maldição de Família
Teologia da Prosperidade
G12
Batalha Espiritual
Espirítos Territoriais
Cura Interior
 
 
 
 

O QUE É O ESPIRITISMO

   

1. Introdução

O Brasil ainda faz questão de dizer-se católico. E muitos ainda julgam a maior nação católica do mundo. Mas é incalculável o número de católicos que vão aos terreiros de umbanda, candomblé, ao centros kardecistas, as advinhas (mãe Dinah), aos médiuns (Divaldo Pereira Franco) O Brasil é considerado o maior país espírita do mundo, com cerca de 5.500 centros espíritas kardecistas espalhados pelo território nacional, sem contar com os terreiros de umbanda, quimbanda e candomblé. Sem sombra de dúvidas a maior nação espírita do mundo, com mais de 80 milhões de pessoas envolvidas diretamente ou indiretamente com todas as práticas espíritas possíveis.

2. Origem E História Do Espiritismo

Muitos pesquisadores estão tentando encontrar a origem do espiritismo, mas se não formos a Bíblia em Gn 3:1-5 não encontraremos o relato da primeira sessão espírita. Lá no jardim do Éden o diabo falou pôr intermédio da serpente ao casal (Adão e Eva) para que comessem do fruto proibido e desobedecessem a Deus.

Os portugueses, que nos colonizaram; os índios que já moravam aqui, como legítimos donos da terra, e os negros africanos que aqui chegaram como escravos foram os grandes responsáveis pelo aparecimento e propagação dessas doutrinas entre nós. Quando em 1853, o espiritismo Kardecista entrou no Brasil, através da porta que a maçonaria lhe havia aberto, nosso país já vinha sofrendo, há mais de 400 anos, a ação lenta e corrosiva da feitiçaria dos negros africanos, das superstições dos índios brasileiros, e da idolatria dos colonizadores portugueses. O Kardecismo surgiu, portanto, como o quarto elemento da tragédia espiritual brasileira.

Os primeiros negros trazidos como escravos para o Brasil chegaram aqui por volta de 1530. Vindos principalmente da Nigéria e do Sudão (países da África), os sudaneses formavam o maior grupo cultural. Entre eles destacavam-se os gegês e os nagôs. Ao chegarem no Brasil, eram imediatamente colocados à venda nos mercados de escravos da Bahia e de Sergipe. Outro grande grupo de escravos trazidos para cá era formado pêlos bantos, cujos componentes vinham de Angola, de Moçambique e do Congo (também países da África). Chegando no Brasil, os bantos eram vendidos principalmente nos mercados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. O candomblé originou-se dos bantos. A umbanda originou-se dos sudaneses.

Ao chegarem ao Brasil, os colonizadores portugueses, apesar de católicos, traziam entre as suas experiências a crença na eficácia da bruxaria européia. Quase tudo o que hoje se pratica nos meios espíritas já era praticado pelos portugueses, antes mesmo do Brasil ser descoberto.

3. Por que O Espiritismo Se Expande Tanto No Brasil

Dezenas de fatores são apontados pêlos estudiosos como causa da grande aceitação e do acelerado crescimento das práticas espíritas em nosso país. Citaremos apenas os principais.

a) “Você é um médium: precisa desenvolver sua mediunidade”.

É o que podemos observar até mesmo num capitulo da novela Anjo de Mim, é o que milhões de espíritas repetem pôr esse Brasil afora, diante de pessoas curiosas, doentes, oprimidas ou possessas, que procuram os terreiros e centros espíritas em busca de ajuda. É o grande “laço do passarinheiro” segundo a expressão do Salmo 91:3

b) A Saudade dos parentes falecidos.

Quem ficaria indiferente ao ouvir dizer que sua filha, ou esposa, ou neto, ou mãe, ou pai, ou filho, ou namorado já falecido (ou falecida) “baixou” durante uma sessão espírita e, incorporado(a) em um médium, confessou-se desejoso(a) de conversar com os parentes vivos? Há inúmeros casos de famílias inteiras terem-se tornado praticantes do espiritismo após haverem recebido um desses “recados do além”. Os espíritas têm sabido explorar muito esse ardil. Os mortos não voltam, é o que veremos nos estudos sobre a reencarnação, e sobre Saul e a Feiticeira.

c) Fachada cristã.

Há muita gente enganada acerca da verdadeira natureza doe espiritismo. Os espíritas, para atraírem os incautos, falam em nome de Cristo, e afirmam que espiritismo e cristianismo ensinam a mesma coisa. Os espíritas usam a Bíblia, falam do evangelho, fazem orações e alguns centros têm nome de igreja espiritual.

d) Religião mais cômoda.

Negando doutrinas como: a existência do inferno, e afirmando que não houve pecado original, e sim falta cometidas em encarnações anteriores, mostrando a reencarnação como uma estrada repleta de chances para todos se aperfeiçoarem e “pagarem as más ações cometidas em existências anteriores, o espiritismo torna fácil, cômodo e atrativo ser espírita”! Através desses ensinamentos o espiritismo fecha os olhos de milhões de pessoas (II Co 4:4).

e) Liberdade religiosa.

A proliferação das práticas espíritas é o preço que o Brasil tem de pagar pela liberdade religiosa, cuja garantia é constitucional.

f) As promessas de cura.

Têm sido um dos grandes motivos de aproximação e adesão às práticas espíritas. As chamadas terapias alternativas (homeopatia, Florais, cromoterapia, etc.) estão atraindo multidões de doentes para espiritismo. Hoje o curandeirismo espírita continua sendo um dos mais poderosos chamarizes de novos adeptos.

g) Curiosidade.

Nós brasileiros, fomos dotados de uma natureza extremamente curiosa. O véu de mistério que envolve o espiritismo sempre mexeu com essa curiosidade nata do brasileiro. Impulsionados por essa força, muitos têm-se dirigido aos lugares onde o espiritismo é praticado, e, na maioria das vezes, quando dão por si, já estão acorrentados e profundamente envolvidos nessas praticas.

h) Propaganda espírita.

Hoje a mídia de um modo geral tem colaborado muito para a divulgação do espiritismo no Brasil. A rede globo com suas novelas (Mandala, Renascer, Anjo de mim...), seriados Você Decide. Livros de Paulo Coelho, Jorge Amado, Lauro Trevizam, Lair Ribeiro, Shirley Maclaine e outros. Creio que a mídia é a maior responsável pela expansão espírita hoje.

Estes são os principais fatores que têm levado o espiritismo a se expandir tanto no Brasil.

4. As Várias Divisões Do Espiritismo No Brasil

O espiritismo no Brasil está dividido em baixo e alto espiritismo:

A) Espiritismo Comum: Caracteriza-se pela utilização de práticas “sociais”, sem os elementos comuns às sessões mediunicas ou de terreiros. Algumas das sua divisões são:

1 - Astrologia: “arte ou ciência” de predizer o futuro humano pôr meio dos astros. Sua maior criação é o popularissimo horóscopo.

2 - Cartomancia: adivinhação pelas cartas de jogar.

3 - Quiromancia: adivinhação pelo estudo das linhas da mão

4 - Quiromancia: adivinhação por intermédio da água.

B) Baixo Espiritismo: Teve suas origens nas crenças trazidas da África pelos escravos associados às crenças indígenas, católicas-romanas e kardecistas. Caracteriza-se pelos rituais compostos de músicas e danças, uso de amuletos e bebidas além de sacrifícios de animais. Segue algumas divisões:

1 - Vodu: culto praticado na Antilhas, ilhas do Pacífico, principalmente no Haiti. Caracteriza-se pelos rituais com bonecos representando a vítima. Tem semelhança com os rituais de quimbanda..

2 - Candomblé: Este culto de origem africana tem como suas principais divindades, Oxum, Iemanjá e Ogum.

3 - Quimbanda: Conhecida também como magia negra. Nada mais é do que uma variante da umbanda. É a linha que mais trabalhas com os exus. A quimbanda pode ser entendida como o inverso da umbanda.

4 - Umbanda: É tradicionalmente brasileira, pois não é totalmente africana, nem européia, sendo um produto sincrético.

5 - Catimbó: Ele corresponde à pajelança amazônica mas é diferente dos candomblés da Bahia e da umbanda do Rio de Janeiro.

6 - Cultura Racional: Nasceu dentro de um centro de Umbanda no Rio de Janeiro tentando dar um lado cientifico para a umbanda.

C) Espiritismo Cientifico: Também chamado de “Espiritualismo” , divide-se em vários ramos, apresentando-se como “sociedade” ou “entidades” beneficente, cientificas, filosóficas, que apelam ora para o intelectual ora para o espiritual. Entre outras destacamos as seguintes:

1 - L.B.V: Legião da Boa Vontade, voltada para assistência social, mantém atualmente creches, asilos, orfanatos, escolas, programas de TV e rádio.

2 - Rosa-Cruz: Sociedade secreta semelhante a maçonaria.

3 - Maçonaria: Sociedade secreta baseada na cabala, astrologia, numerologia etc.

4 - Teosofia: Conjunto de doutrinas religioso-filosóficas, cujo lema principal é a união do homem com a divindade.

5 - Movimento Cristão Gnóstico Universal: Movimento baseado no conhecimento espiritual e filosófico que procura elevar o homem a divindade.

6 - Esoterismo: Doutrina ou atitude de espírito que frisa que o ensinamento da verdade deve reservar-se aos iniciados, escolhidos por sua inteligência e valor moral..

7 - Pró-Vida: Movimento responsável pela maior divulgação das idéias da Nova Era no Brasil.

8 - Eubiose: Movimento baseado no conhecimento filosófico-religioso que também procura elevar o homem a sua divindade.

D) Espiritismo Kardecista: Esta baseado nas revelações de Alan Kardec. É a classe de espiritismo que mais cresce no nosso país. Também conhecido como “Alto Espiritismo”. Movimento baseado nas doutrinas principais que são: reencarnação, comunicação com os mortos e salvação pelas boas obras. O Kardecismo também está dividido em várias tendências:

1 - Tendência ortodoxa: É o Kardecismo mais puro, exclusivo que não permite ulterior desenvolvimento, nem tolera a presença de outro espiritismo.

2 - Tendência Rusteinista: João Batista Roustaing discípulo de Alan Kardec que recebeu uma mensagem assinada pôr “Mateus, Marcos, Lucas e João, assistidos pelos”, na qual os quatro evangelistas se prontificavam a dar a “Revelação da Revelação”, que deu origem a sua famosa obra “Os Quatro Evangelhos””.

3 - Tendência Ubaldista: Pietro Ubaldi desde muito cedo começou a ouvir uma voz. Esta misteriosa “voz” lhe ditou os seguintes livros: “A Grande Síntese”, “As Noúres”, “Ascese Mística”, “História de um Homem”, “A Nova Civilização do Terceiro Milênio”, “Deus e o Universo” etc.

4 - Racionalismo Cristão: A reação mais violenta dentro do Espiritismo Kardecista surgiu em 1910 com o Sr. Luiz de Mattos que deu um lado cientifico e racional das comunicações com o “mundo astral”.

II - Espiritismo: O maior desafio ao evangelismo e missões nacionais

O posicionamento da comunidade evangélica brasileira diante do acelerado crescimento das seitas espíritas no Brasil tem de ser definido imediatamente. Pois seus ensinos são os mais contrários à Palavra de Deus (I Tm 4:1)

   
   
 
 
 
CREIA ® Centro Religioso de Estudos e Informações Apologéticas -2005 - Desenvolvido por Paulo Roberto