A Estória do VCC
Como identificar uma seita
Predestinação/Livre Arbitrio
Budismo
Catolicismo Romano
Confucionismo
Hinduísmo
Islamismo
Judaísmo
Taoísmo
Xintoísmo
A Família/Meninos de Deus
Adventismo
Candomblé
Católicos Carismáticos
Ciência Cristã
Congregação Cristã no Brasil
Cultura Racional
Espiritismo Geral
Espiritismo Kardecista
Feitiçaria
Hare Krishna
Igreja Messiânica
Igreja da Unificação - Reverendo Moon
LBV
Mormonismo
Nova Era
Racionalismo Cristão
Reencarnação
Satanismo
Seicho-No-Iê
Tabernáculo da Fé
Testemunhas de Jeová
Umbanda
Unicismo
Willian Soto Santiago
Maldição de Família
Teologia da Prosperidade
G12
Batalha Espiritual
Espirítos Territoriais
Cura Interior
 
 
 
 

O QUE É A CULTURA RACIONAL

   

I - INTRODUÇÃO

No fim de sua vida Allan Kardec, como lemos em suas Obras Póstumas, via com profunda inquietação o problema da unidade do Espiritismo. Muita embora a preocupação do codificador do espiritismo para que esse sistema religioso se tornasse uma unidade, existem atualmente várias divisões no espiritismo.

As principais divisões que se estabeleceram no Brasil são:

1. O Espiritismo Kardecista

2. O Espiritismo Racionalista

3. O Espiritismo Umbandista.

Pois bem, a organização religiosa intitulada CULTURA RACIONAL faz parte do espiritismo racionalista. No livro UNIVERSO EM DESENCANTO, um livro de perguntas e respostas de Cultura Racional na p.31 encontramos a seguinte pergunta e resposta:

“Onde nasceu a Cultura Racional”? - Nasceu no antigo Distrito Federal, em 1935, no Méier na Rua Lopes Cruz, 89 em um centro espírita que se chamava “Tenda Espírita Francisco de Assis”que o Presidente da entidade é o Aparelho do RACIONAL SUPERIOR.”

Essa expressão “Racional Superior” é pouco conhecida. Pôr isso o citado livro trás o sentido dessa expressão: “Trata-se de nada mais nada menos do que o próprio fundador dessa organização que se intitula “Cultura Racional” o Sr. Manoel Jacintho Coelho. Não é nada modesto o Sr. Manoel Jacintho Coelho sobre si mesmo. Os adeptos da Cultura Racional como não podia deixar de ser, usam a Bíblia como pretexto, dado que a Bíblia é confiável e assim fazem suas interpretações bíblicas particulares para apoiar suas afirmações. E com base na Bíblia procuram admitem a crença na vida de Jesus. Mas não é o Jesus da Bíblia.

É outro Jesus. 

E assim declaram no folheto “Anuncia a Bíblia, a vinda do Messias”: “As profecias da Bíblia confirmando agora a vinda do Racional Superior, o verdadeiro Deus”. E desta forma, está confirmada a profecia bíblica de que Deus está na terra e o verdadeiro Deus é um Ser de nossa origem racional - o Racional Superior.

Os tempos são chegados, porque a humanidade já estava em grande adiantamento para sua completa destruição, e na Bíblia diz que no fim dos tempos viria a terra o Salvador em forma de homem. E aí está confirmado mais um trecho, dos mais importantes da Bíblia, no Apocalipse, segundo São João. “Diz mais: “Para que eles profetizaram até as coisas mais insignificantes da forma humana do Mestre, dizendo até como seriam os seus pés”. Dizendo até que toda a humanidade teria uma marca na palma das mãos, que é o “M”que todos têm nas palmas das mãos. Queremos dizer este “M”: O MESSIAS, que é o M.J.C.” Aí está com citações tiradas dos próprios documentos publicados pela Cultura Racional: O Sr.Manoel Jacintho Coelho não é nada menos do que Jesus Cristo.

Para quem está familiarizado com a Bíblia, nada surpreende quando alguém procura justificar sua condição de Messias, ou Jesus Cristo nos dias atuais. Manoel Jacintho Coelho, não foi o primeiro nem será o último, que se intitula o Cristo da Bíblia. “Virão muitos outros até o verdadeiro Jesus volte à terra, conforme sua promessa em Mt. 24. Neste mesmo capítulo Jesus afirmou nos vs. 23,24,25: “Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos”. Eis que eu vo-lo tenho predito.”

Muito embora a advertência de Jesus, centenas de pessoas se deixam enganar hoje em dia aceitando a declaração sobre um falso Jesus como é o Sr. Manoel Jacintho Coelho, que chega ao cúmulo de afirmar que o livro de Apocalipse que fala de Jesus glorificado no cap. 1:15 como tendo os seus pés semelhantes a latão reluzente”, se trata na realidade da cor característica dos pés do Sr.Manoel Jacintho Coelho. Este Sr. que se intitula o Cristo mora numa localidade na Serra dos Caboclos, Estado do Rio, onde, segundo o Livro “UNIVERSO EM DESENCANTO”., pg. 85 era um local onde existem ruínas de uma civilização extinta, cujo nome dessa localidade era: Jesus vem. E daí, que Manoel Jacintho Coelho aproveitando-se da expressão bíblica “Jesus vem”aproveitou para dar sua própria interpretação, dizendo: ‘ATENÇÃO: A morada de Deus está agora entre os homens e Ele morará com eles e eles serão o seu povo.” É uma citação de Ap. 21:3, um pouco truncada.

E imaginem quem é esse Deus que agora está entre os homens e morará com eles? Leiamos o que a Cultura Racional explica: “Os moradores antigos deste lugar dizem que o nome antigo é Jesus vem, confirmação da Nova Jerusalém, e Jesus aí está: M.J.C.

Então, o trono do verdadeiro Deus será inaugurado dia 06 de janeiro, dia dos reis, querendo dia inaugurado dia 06 de janeiro, dia dos reis, querendo dizer: o trono de Deus está na terra. Quando lemos a declarações tão absurdas, não podemos deixar de nos lembrar de textos bíblicos alusivos a pretensões de homens tais como esse M.J.C., que, a um tempo se declara ser Jesus e ao mesmo tempo se declara ser Deus verdadeiro, que assentará o seu trono na terra, especificamente a Serra dos Caboclos, no Rio em 6 de janeiro de 1987.

“A essa cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E pôr isso, Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.” (2 Ts 2:9-12) 

Como o Sr.Manoel J.Coelho se assenta no trono de Deus, segundo ele próprio, Paulo assim declarou: “de sorte que se assentará, como Deus (2 Ts 2:4). E esse que assim pretende nada mais do que o Anti-Cristo, de que fala João, na sua 1º epístola 2:18: “Filhinhos, é já a ultima hora, e como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se tem feito anticristos, pôr onde conhecemos que é já a ultima hora.” Continua o mesmo escritor: “Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho.” (v.22).

Quando alguém como o Sr. M.J.C. se intitula o Cristo, está ele na verdade se tornando o anticristo, pois nada mais é do que um imitador de Cristo, que é o sentido do vocábulo anticristo: contra ou em lugar de Cristo.

Muito embora a pretensão do Sr.Manoel J. Coelho de ser o Cristo, a sua organização conhecida como CULTURA RACIONAL declara o seguinte acerca de Jesus: “Quem foi Cristo, o que é que o senhor me diz de Cristo e como a Cultura Racional vê Cristo”? “Cristo foi um filósofo do seu tempo, igual a uma infinidade de filósofos que existiram no nosso mundo, como Buda, como Alá, como Maomé, como Jeová e outros tantos” (p.30 do livro Universo em Desencanto, pergunta 46.)

Nós dizemos acerca dessa declaração: Esse não é o Cristo da Bíblia. É um outro Cristo, como declara Paulo em 2 Co 11:4: “Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado...” O Jesus da Bíblia é o Filho de Deus e o Filho do Homem, numa só personalidade, ao mesmo tempo, embora duas diferentes natureza: uma desde a eternidade, através do Pai; a outra, a natureza humana, através do nascimento da virgem Maria.

E para assim declararmos nos apoiamos nos seguintes textos bíblicos:

Is. 9:6: “Porque um menino nos nasceu, um Filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.”.

Ainda confrontamos: Is. 7:14 com Mt 1:23: “Portanto, o mesmo Senhor vos dará um sinal: “Eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome EMANUEL.” “Eis que a virgem conceberá e dará a luz um filho, e chama-lo-ão pelo nome de Emanuel, que traduzido é: Deus conosco.” 

Este é o Jesus que salva o pecador arrependido dos seus pecados, mediante sua morte vicária na cruz do Calvário. Aceite-o e deixemos de lado, pôr serem mentirosas, as pretensões do falso cristo Manoel Jacintho Coelho.

   
   
 
 
 
CREIA ® Centro Religioso de Estudos e Informações Apologéticas -2005 - Desenvolvido por Paulo Roberto